FILMES

ABOIO E CANTIGAS
Brasil, Rio de Janeiro – DF, 1954, 9’, PB, sonoro
Digital (HD), acervo Cinemateca Brasileira
INCE - Instituto Nacional de Cinema Educativo
Dir. Humberto Mauro
Sinopse: Na tradição das vaquejadas, existem romances de bois lendários, como as solfas do Boi surubi e Meu boi morreu, cantigas que, assim como as de aboio e apartação, constituem as mais belas melodias do folclore brasileiro.
cinesesc: sáb 03set 16h30 / ter 06set 21h30
cinusp cid. universitária: ter 27set 19h00 + debate com prof. Eduardo Morettin
cinusp maria antônia: sáb 17set 16h00
cinemateca: sex 11nov 18h00 / sáb 19nov 19h30

ALEMANHA, ANO ZERO
Itália, 1948, 71’
Dir. Roberto Rossellini
Sinopse: Em Berlim, após o final da 2ª Guerra Mundial, Edmund, um garoto de uma família muito pobre, trabalha para sustentar o pai doente, sua pequena irmã e o irmão, que não tem documentos. Um dia, ao conversar com um antigo mestre, fala do seu pai enfermo e entende ter recebido um conselho para matar seu pai, um peso morto. Ele começa a pensar na ideia.
cinusp cid. universitária: ter 20set 19h00 / qua 21set 16h00
cinusp maria antônia: sáb 10set 18h00

UM APÓLOGO: MACHADO DE ASSIS 1839-1939
Rio de Janeiro, 1939, 35mm, PB, 15’
Dir. Humberto Mauro e Edgard Roquette-Pinto
Elenco: Grace Moema, Júlia Dias, Déa Selva, Nelma Costa Darcy Cazarré; Locução: Lucia Miguel Pereira; Narração: Edgard Roquette-Pinto
cinemateca: qui 10nov 17h00 / dom 20nov 16h30

ARGILA
Brasil, Rio de Janeiro, 1942, 35mm, PB, 90’
Dir. Humberto Mauro
Elenco: Carmem Santos, Celso Guimarães, Lídia Mattos, Floriano Faissal, Saint-Clair Lopes
Sinopse: Admiradora de obras de arte e, em especial, da cerâmica de Marajó, jovem viúva compra uma cerâmica de objetos utilizados e a entrega a um talentoso artesão, para que desenvolva suas habilidades artísticas. Apaixonado pela patroa, o jovem desfaz seu namoro com uma moça da região. Alertada pelo pai da moça sobre o acontecido, a viúva, apesar de amá-lo secretamente, recusa o amor do ceramista.
cinemateca: dom 13nov 16h45

O ATALANTE
França, 1934, 89’
Dir. Jean Vigo
Sinopse: Quando se casa com Jean, Juliette vai morar no barco do marido, onde o casal está acompanhado apenas de mais dois tripulantes. Pouco tempo depois, entediada com a vida a bordo, a mulher desembarca em Paris para ver a vida noturna. Irritado com isso, Jean zarpa, abandonando Juliette, mas, angustiado pela culpa e pela saudade, cai em depressão, e um dos tripulantes volta à cidade para tentar achar Juliette.
cinusp cid. universitária: ter 20set 16h00 / qua 21set 19h00
mostra (vão livre do masp): ter 25out 19h30

ATUALIDADES ATLÂNTIDA. N.60X18
Brasil, Rio de Janeiro – GB, 1960, 8’43’’, PB, sonoro
Digital (SD), acervo Cinemateca Brasileira
Atlântida Empresa Cinematográfica do Brasil
Sinopse: Edição especial sobre a inauguração da nova Capital Federal.
cinesesc: qui 01set 14h30 / qua 07set 16h30

ATUALIDADES ATLÂNTIDA. N.61X46
Brasil, Rio de Janeiro – GB, 1961, 9’42’’, PB, sem som/sonoro
Digital (SD), acervo Cinemateca Brasileira
Atlântida Empresa Cinematográfica do Brasil
Sinopse: Em Miami, Carlos Lacerda participa de um encontro de "líderes democráticos" de todos os países do continente. Após receber a chave de ouro das mãos do prefeito, discursa para uma multidão de pessoas, tecendo duras críticas a Fidel Castro e ao comunismo.
cinesesc: qui 01set 19h00 / qua 07set 14h30

AVISO AOS NAVEGANTES
Brasil, Rio de Janeiro, 1950, 35mm, pb, 113’| Exibição em beta digital
Dir. de Watson Macedo
Elenco: Oscarito, Grande Otelo, Anselmo Duarte, Eliana
Sinopse: Navio parte de Buenos Aires para o Rio de Janeiro. No meio da viagem, os passageiros recebem alerta de que um perigoso espião está a bordo. Todos se unem para capturá-lo, dando início a uma série de aventuras intercaladas por números musicais e desencontros amorosos. Chanchada dos estúdios Atlântida.
cinemateca: sáb 08out 18h00

BACALHAU (“BACS”)
São Paulo, 1976, 35mm, cor, 110’
Dir. Adriano Stuart
Com: Hélio Souto, Dionísio Azevedo, Maurício do Valle, Marlene França
Sinopse: Numa cidade balneária do litoral de São Paulo aparece um peixe de origem desconhecida e começa a fazer vítimas. Conhecedores da fauna local são convocados para o local. Começa a caça ao bacalhau.
cinemateca: sáb 01out 20h30 / dom 02out 19h30

A BALATA
Brasil, Manaus – AM, 1936, 4’40’’, PB, sem som
Digital (SD), acervo Cinemateca Brasileira
J.G. de Araújo e Cia. Ltda. / INCE - Instituto Nacional de Cinema Educativo
Dir. Silvino Santos
Sinopse: Na Amazônia brasileira, a extração do látex da balata. Os equipamentos e procedimentos do balateiro. A matéria-prima recolhida e o preparo para a obtenção do látex.
cinesesc: sáb 03set 14h30 / seg 05set 19h00

BANANA MECÂNICA
São Paulo, 1973, 35mm, cor, 95’
Dir. Braz Chediak
Com: Carlos Imperial, Miguel Cerrano, Miriam Pérsia, Nélia Paula
Sinopse: Um psicanalista, Dr. Ferrão, mantém coluna de jornal e um consultório nos altos da boutique de Marcela, mulher que faz tudo para ajudá-lo em suas conquistas amorosas. Entre seus clientes destaca-se Paulo Frederico, jovem de maneiras efeminadas em tratamento de recuperação. Preocupado em demonstrar uma nova tese sobre o amor conjugal, Dr. Ferrão utiliza em suas experiências mil mulheres, como cobaias.
cinemateca: sáb 17set 21h00 / sex 23set 20h00

BANG BANG
Brasil, 1971, 93’, 35mm
Acervo Cinemateca Brasileira
Dir. Andrea Tonacci
Elenco: Paulo César Pereio, Jura Otero, Abraão Farc
Sinopse: Homem neurastênico durante a realização de um filme se vê envolvido em várias situações como o romance com uma bailarina espanhola, perseguições, discussões com um motorista de táxi e o enfrentamento com um bizarro trio de bandidos.
cinesesc: sex 02set 14h30 / dom 04set 21h30
cinusp maria antônia: dom 11set 20h00
cinusp cid. universitária: sex 16set 16h00 / seg 19set 19h00 / qui 29set 19h00 + debate com Ismail Xavier

"Partes de Bang bang são fortemente estilizadas, mágicas mesmo e emergem delas situações e personagens marcantes: a toalete do homem-macaco, a gorda gulosa ou o cego irrequieto, que pontua sua presença dando tiros a esmo. A vocação profunda de Tonacci parece ser o mistério da realidade, mas ele circula à vontade entre diferentes polos e estilos narrativos. É preciso sublinhar o talento todo especial com que filma automóveis, de dentro ou de fora, parados e em movimento." Comentário de Paulo Emílio sobre o filme

BANDEIRANTE DA TELA. N.501
Brasil, São Paulo – SP, 1952, 6’20’’(trecho), PB, sonoro
Digital (SD), acervo Cinemateca Brasileira
Divulgação Cinematográfica Bandeirante
Sinopse: A cobertura da chegada de Adhemar de Barros e esposa, dona Leonor Mendes de Barros, após uma viagem de estudos pela Europa.
cinesesc: sex 02set 14h30 / dom 04set 21h30

BANDEIRANTE DA TELA. N.549
Brasil, São Paulo – SP, 1953, 1’20’’ (trecho), PB, sonoro
Digital (SD), acervo Cinemateca Brasileira
Divulgação Cinematográfica Bandeirante
Sinopse: Em São Paulo, exemplos da recepção às famílias retirantes no contexto da "cidade que mais cresce".
cinesesc: sex 02set 19h00 / ter 06set 16h30

BANDEIRANTE DA TELA EDIÇÃO ESPECIAL – NOVE DE JULHO NO IV CENTENÁRIO: EPOPEIA DE BRASILIDADE
Brasil, São Paulo – SP, 1954, 6’35’’ (trecho), PB, sonoro
Digital (SD), acervo Cinemateca Brasileira
Divulgação Cinematográfica Bandeirante
Sinopse: No centro da capital paulista, as comemorações do Nove de Julho no IV Centenário da cidade de São Paulo, em evento apoiado por Adhemar de Barros e o seu cinejornal.
cinesesc: sex 02set 14h30 / dom 04set 21h30

BANDEIRANTE DA TELA. N.679
Brasil, São Paulo – SP, 1955, 2’18’’(trecho), PB, sonoro
Digital (SD), acervo Cinemateca Brasileira
Divulgação Cinematográfica Bandeirante
Sinopse: No seu aniversário, dona Leonor é homenageada em Campos do Jordão. Ao lado de seu marido dr. Adhemar, visita pacientes em hospitais e distribui presentes aos pobres.
cinesesc: sex 02set 14h30 / dom 04set 21h30

O BATEDOR DE CARTEIRAS
Brasil, 1958, 83´, 35mm
Dir. Aluizio de Carvalho
Elenco: Zé Trindade, Violeta Ferraz, Neide Landi, Armando Nascimento, Antônio Carlos
Sinopse: Benedito é um veterano batedor de carteiras que age na região da Central do Brasil. Lá, ele conhece Honorina, recém-chegada de Pernambuco, por quem se apaixona. Disposto a conquistá-la, o ladrão decide abandonar o crime e mudar de vida, mas logo descobre que não será tão fácil.
mostra (vão livre do masp): qua 26out 19h30

BRASA ADORMECIDA
Brasil, São Paulo, 1986, 35mm, cor, 105’
Dir. Djalma Limongi Batista
Elenco: Maitê Proença, Edson Celulari, Paulo César Grande, Anselmo Duarte, Ilka Soares
Sinopse: No início dos anos 60, Bebel, filha de um almirante casado pela segunda vez com uma ex-vedete, está prestes a casar-se com Toni, seu primo rico. Ticão, primo e companheiro de infância dos noivos, que nunca saiu da fazenda, resolve boicotar o casamento. A confusão entre os três acaba por generalizar-se entre os tios, primos, empregados e parentes reunidos.
cinemateca: dom 20nov 18h30 (TELA EXTERNA)

BRAZA DORMIDA
Brasil, Cataguases, 1928, 35mm, PB, 65’
Dir. Humberto Mauro
Elenco: Nita Ney, Luiz Soroa, Máximo Serrano, Fantol, Rosendo Franco, Cortes Real
Sinopse: Após gastar todos os seus recursos no Rio de Janeiro, Luiz larga os estudos e emprega-se como gerente em uma usina no interior onde se apaixona pela filha do patrão, Anita. Enciumado, o ex-gerente envia cartas anônimas relatando o namoro ao dono da usina, que contrariado afasta a filha do negócio. Com saudades da namorada, Luiz vai a seu encontro. Para se vingar, o ex-gerente faz explodir uma bomba na usina.
cinemateca: sáb 19nov 20h00

O CAFÉ – HISTÓRIA E PENETRAÇÃO NO BRASIL
Brasil, Rio de Janeiro, 1958, 35mm, PB, 30’
Dir. Humberto Mauro
Sinopse: A trajetória do café no Brasil, o plantio, a colheita, o beneficiamento, o transporte, a distribuição e o consumo.
cinemateca: qui 10nov 17h00 / dom 20nov 16h30

CANAL 100 - JORNAL. N.65X01
Brasil, Rio de Janeiro – GB, 1965, 1’47’’, PB, sonoro
Digital (SD), acervo Cinemateca Brasileira
Produção Carlos Niemeyer Filmes
Sinopse: Um retrospecto dos acontecimentos políticos do ano de 1964, com destaque à tomada de poder pelos militares.
cinesesc: qui 01set 16h30 / qui 05set 21h30

CANAL 100 - JORNAL. N.67X37
Brasil, Rio de Janeiro – GB, 1967, 2’26’’(trecho), PB, sonoro.
Digital (SD), acervo Cinemateca Brasileira
Produção Carlos Niemeyer Filmes
Sinopse: Ao sediar o Encontro Anual do FMI e do Banco Mundial, a cidade do Rio de Janeiro é exaltada em todo o seu esplendor: da cordialidade de sua gente à beleza de sua geografia e banhistas.
cinesesc: sex 02set 21h30 / seg 05set 14h30

CANAL 100 - JORNAL. N.70X28
Brasil, Rio de Janeiro – GB, 1970, 8’40’’, COR, sonoro
Digital (SD), acervo Cinemateca Brasileira
Produção Carlos Niemeyer Filmes
Sinopse: A final da Copa do Mundo de 1970 com lances do jogo contra Itália e a comemoração em Brasília, em evidente propaganda ao regime conduzido pelo então presidente Emílio Médici.
cinesesc: qui 01set 16h30 / qui 05set 21h30

CANÇÕES POPULARES: AZULÃO E O PINHAL
Dir. Humberto Mauro
Sinopse: Interpretação cinematográfica das canções populares Azulão e O Pinhal.
cinusp cid. universitária: 27set 19h00 + debate com prof. Eduardo Morettin
cinusp maria antônia: 17set 16h
cinemateca: sex 11nov 18h00 / sáb 19nov 19h30

CANÇÕES POPULARES: CHUA... CHUA... A CASINHA PEQUENINA
Brasil, Rio de Janeiro – DF, 1945, 7’, PB, sonoro.
Digital (HD), acervo Cinemateca Brasileira
INCE - Instituto Nacional de Cinema Educativo
Dir. Humberto Mauro
Sinopse: As cantigas populares Chuá chuá e A casinha pequenina, ilustradas com cenas da vida rural.
cinesesc: sáb 03set 19h00 / seg 05set 16h30
cinusp cid. universitária: ter 27set 19h00 + debate com prof. Eduardo Morettin
cinusp maria antônia: sáb 17set 16h00
cinemateca: sex 11nov 18h00 / sáb 19nov 19h30

CANDINHO
Brasil, São Paulo, 1953, 35mm, pb, 94’ | Exibição em Beta Digital
Dir. Abílio Pereira de Almeida
Elenco: Amácio Mazzaropi, Marisa Prado, Ruth de Souza, Adoniran Barbosa
Sinopse: Caipira abandona o campo e segue para São Paulo para tentar a vida. Lá encontra seu grande amor – a filha do fazendeiro para quem até então trabalhara. A moça é agora dançarina de cabaré na capital. O caipira fará de tudo para reavê-la e levá-la de volta à fazenda paterna. Livre adaptação do Cândido, de Voltaire, Candinho marca a estreia de Mazzaropi no papel que o consagraria anos mais tarde. Fotografia de Edgar Brasil.
cinemateca: sex 07out 20h00 / dom 16out 16h30

CANTOS DE TRABALHO
Brasil, Rio de Janeiro – DF, 1955, 10’, PB, sonoro
Digital (HD), acervo Cinemateca Brasileira
INCE - Instituto Nacional de Cinema Educativo
Dir. Humberto Mauro
Sinopse: Três cantos de trabalho oriundos de diferentes regiões do país. O canto de pilão, praticado nas regiões Central e Nordeste; o canto do barqueiro, do Rio Jequitinhonha; e o canto de pedra, realizado em vários estados.
cinesesc: qui 01set 20h30 / dom 04set 19h00
cinusp cid. universitária: ter 27set 19h00 + debate com prof. Eduardo Morettin
cinusp maria antônia: sáb 17set 16h00
cinemateca: sex 11nov 18h00 / sáb 19nov 19h30

O CANGACEIRO
Brasil, 1953, 105’
Dir. Lima Barreto
Sinopse: O cangaceiro "Capitão" Galdino aterroriza vilarejos pobres da Região Nordeste do Brasil, saqueando e matando com frequência com seu bando armado. Num de seus ataques ele rapta a professora Olívia e pede 20 contos de resgate por ela. Mas ele e o seu braço Direito, o valente Teodoro, ficam atraídos pela bonita cativa e a discórdia se instaura no bando.
cinusp. cid. universitária: ter 6set 16h00 / 19set 19h00
cinusp maria antônia: qui 01out 16h00

O CANTO DA SAUDADE
Brasil, Volta Grande, 1952, 35mm, PB, 83’
Dir. Humberto Mauro
Elenco: Cláudia Montenegro, Mário Mascarenhas, Humberto Mauro, Alfredo Souto de Almeida
Sinopse: Coronel Januário candidata-se a prefeito da cidade. Maria Fausta, afilhada do coronel, é cortejada por Galdino, acordeonista da região, mas namora João do Carmo às escondidas do pai. Durante a campanha eleitoral, a moça desaparece. Após intensas buscas, Galdino a localiza, junto com seu namorado, em um esconderijo arrumado pelos padrinhos. O casal retorna e o coronel promove o casamento. Durante a festa, percebe a ausência de Galdino, que havia partido. Segundo a lenda da região, em certos dias, quem passa perto do canavial pode ouvi-lo tocando, triste, a sanfona, saudoso do amor da cabocla.
cinemateca: dom 13nov 20h30 / sex 18nov 20h00

CERÂMICA HORIZONTINA
Brasil, Belo Horizonte – MG, 1920, 15’37’’(trecho), PB, silencioso
Digital (SD), acervo Cinemateca Brasileira
Dir. Igino Bonfioli
Sinopse: Ao mostrar a linha de produção e o produto finalizado, uma propaganda da fábrica de cerâmica Horizontina acaba revelando o abusivo trabalho infantil e as precárias condições dos seus funcionários.
cinesesc: dom 04set 16h30 / ter 06set 19h00

CARNAVAL ATLÂNTIDA
Brasil, 1952, 95’
Dir. José Carlos Burle
Sinopse: O grande produtor Cecil B. de Milho deseja fazer um filme sobre Helena de Troia e contrata o professor Xenofontes, especialista em história grega, para ajudar no roteiro. Mas os atores preferem realizar uma comédia musical e querem que o cineasta mude de ideia.
cinusp cid. universitária: qua 21set 19h00 / sex 23set 16h00
cinemateca: sex 07out 18h00 / sáb 15out 17h00

A CASTA SUSANA (TRUE HEART SUSIE)
EUA, 1919, 86’
DCP, acervo Lobster Films
Dir. D.W. Griffith
Elenco: Lillian Gish, Clarine Seymour, George Fawcett, Kate Bruce
Sinopse: Susie ama secretamente seu vizinho, William Jenkins mas, aparentemente, nenhum dos dois consegue confessar seus sentimentos para o outro. William então parte para a universidade. Ele volta, mas para a decepção de Susie, casado com uma jovem extravagante chamada Bettina.
cinesesc: sex 02set 21h30 / seg 05set 14h30

"No prosseguimento da carreira, Griffith será obrigado a deixar de lado os sonhos de grandiosidade, pelo menos na prática cinematográfica – na vida nunca os abandonará – e a concentrar o seu esforço em histórias triviais, onde, entretanto, suas virtudes na direção dos artistas não deixarão de florescer. O idílio rural de True heart Suzie, uma imagem de Lillian Gish regando plantas numa janela ou outras cenas dessa história cristalina, são tão importantes para a glória de Griffith quanto as suas contribuições decisivas para a técnica da narração cinematográfica." Comentário de Paulo Emílio sobre o filme

A CHINESA (LA CHINOISE)
França, 1967, 96’
Dir. Jean-Luc Godard
Sinopse: Um pequeno grupo de estudantes franceses dentro de um apartamento parisiense estudam a obra política de Mao Tsé-Tung. Discutem sobre como atingirão a transformação social através da ação Direta do grupo.
cinusp cid. universitária: seg 5set 19h00 / qui 22set 16h00
cinusp maria antônia: sáb 17set 20h00

CINE JORNAL BRASILEIRO VOL.3, N.092 - EDIÇÃO ESPECIAL
Brasil, Rio de Janeiro – DF, 1942, 12’(trecho), PB, sonoro
Digital (SD), acervo Cinemateca Brasileira
Departamento de Imprensa e Propaganda
Sinopse: As medidas do governo brasileiro no contexto da Segunda Guerra Mundial.
cinesesc: dom 04set 14h30

CINE JORNAL BRASILEIRO. V.2, N.136
Brasil, Rio de Janeiro – DF, 1942, 2’(trecho), PB, sonoro
Digital (SD), acervo Cinemateca Brasileira
Departamento de Imprensa e Propaganda
Sinopse: Contra as forças do mal: no Rio de Janeiro, a mocidade brasileira reafirma o seu apoio aos povos que defendem a justiça e a liberdade.
cinesesc: dom 04set 14h30

CINE JORNAL BRASILEIRO Vol.4 N.023
Brasil, Rio de Janeiro – DF, 1945, 5’(trecho), PB, sonoro
Digital (SD), acervo Cinemateca Brasileira
Departamento de Imprensa e Propaganda
Sinopse: O dia da vitória: comemorações após o anúncio do fim da Segunda Guerra Mundial.
cinesesc: dom 04set 14h30

O DESCOBRIMENTO DO BRASIL
Brasil, Rio de Janeiro, 1937, 35mm, PB, 60’
Dir. Humberto Mauro
Elenco: Álvaro Costa, Manoel Rocha, Alfredo Silva, De Los Ros, Reginaldo Calmon
Sinopse: Adaptação da carta de Pero Vaz de Caminha por Humberto Mauro. Narra a partida das 13 naus de Pedro Álvares Cabral de Lisboa e sua difícil trajetória pelo mar desconhecido, a chegada a uma nova terra, o encontro com o povo indígena, o fascínio pelos animais, as pessoas, as plantas.
cinemateca: sáb 12nov 21h45

DEUS E O DIABO NA TERRA DO SOL
Brasil, 1964, 125’
Dir. Glauber Rocha
Sinopse: Castigado pela seca e pela exploração, o camponês se vinga e mata seu patrão latifundiário que o oprime. Ao lado da mulher, foge pelo sertão até encontrar um líder messiânico. O casal se torna discípulo, porém, a mulher se revolta e mata o padre. Eles rumam pelo sertão e encontram Corisco, um cangaceiro que está sendo perseguido pelo matador de aluguel Antônio das Mortes.
cinusp cid. universitária: qua 14set 16h
cinusp maria antônia: sáb 24set 20h

EM BUSCA DO OURO (THE GOLD RUSH)
EUA, 1925, 95’
DCP, acervo MK2 Films
Dir. Charles Chaplin
Elenco: Charles Chaplin, Georgia Hale, Mack Swain, Tom Murray
Sinopse: No Alasca, Carlitos tenta a sorte como garimpeiro em meio à corrida do ouro de 1898 e se junta à massa otimista de pessoas que enfrentam a fome, o frio e a solidão para chegar aos seus objetivos. Com criatividade, ele dribla os obstáculos, cria uma amizade com o gordo McKay e se apaixona por uma dançarina que não lhe dá bola.
cinesesc: qui 01set 20h30 / dom 04set 19h00

"Etapa já muito avançada na sublimação, Em busca do ouro guarda, apesar de altamente estilizada, a marca sinistra da sua inspiração: o drama canibalesco da expedição Donner. Esse foi o cruel ponto de partida de Chaplin; obrigar Carlitos a defender a própria pele contra a voracidade do seu companheiro." Comentário de Paulo Emílio sobre o filme

O DESPERTAR DA REDENTORA
Brasil, Petrópolis, 1942, 35mm, PB, 21’
Dir. Humberto Mauro
Elenco: Lydia Mattos
Sinopse: Passa-se em 1862, sobre um episódio da vida da Princesa Izabel, quando contava apenas 16 anos de idade e um ano menos a sua irmã, a Princesa Leopoldina.
cinemateca: qui 10nov 17h00 / dom 20nov 16h30

E DEUS CRIOU A MULHER (ET DIEU... CRÉA LA FEMME)
França/Itália, 1956, 35mm, cor, 95’ | Legendas em português
Dir. Roger Vadim
Com: Briggitte Bardot, Curd Jürgesn, Jean-Louis Trintignant
Sinopse: Década de 50, Saint Tropez. Juliete Christiane Hardy é uma jovem orfã com um comportamento bem liberal, que é marginalizada pela sociedade local. Ela é desejada por um milionário, Eric Carradine, mas se sente atraída por um homem da região, Antoine Tardieu Entretanto, ela acaba se casando com o irmão deste, Michel André Tardieu.
cinemateca: sex 16set 19h00 / sáb 24set 19h00

DRAGÃOZINHO MANSO: JONJOCA
Brasil, Rio de Janeiro, 1942, 35mm, PB, 25’
Dir. Humberto Mauro
Narração: Lucia Benedetti
Sinopse: Após a grande luta, São Jorge, ao invés de matar o dragão, resolve levá-lo para casa e ensiná-lo a ficar bonzinho. Depois da conversão o dragãozinho tenta fazer amizade com outros animais e pessoas, mas seus esforços são sempre destruídos por sua aparência. Todos morrem de medo e fogem em disparada na presença de Jonjoca. Em mais uma tentativa frustrada de se incluir na sociedade, o dragãozinho é ferido e procura a ajuda de São Jorge. Em tratamento no castelo, Jonjoca conhece Maria Terezinha, sobrinha de São Jorge que se torna sua primeira amiga. Ainda machucado, o Dragão salva uma criança em perigo e se torna herói.
cinemateca: dom 20nov 18h00

É FOGO NA ROUPA
Brasil, Rio de Janeiro, 1952, 35mm, pb, 85'
Dir. Watson Macedo
Elenco: Ankito, Violeta Ferraz, Heloisa Helena
Sinopse: Durante o primeiro Congresso das Esposas, instalado no Hotel Quitandinha, a representante da Paraíba, Madame Pau-Pereira, lidera com vigor uma tropa de choque contra "os vermes a que chamam de maridos" enquanto um precioso colar é roubado, gerando muitas confusões.
cinemateca dom 09out 20h30 / qui 13out 18h00

O ENCOURAÇADO POTENKIM (BRONENOSETS POTYOMKIN)
URSS, 1920, 75’
Dir. Sergei Eisenstein
Sinopse: Baseado em eventos históricos, o filme conta a história de uma rebelião no Navio de Guerra Potemkin. O que começou como um protesto, gerou uma rebelião depois que foram servidas carnes estragadas aos marujos no jantar. Os marujos erguem a bandeira vermelha e tentam levar a revolução no navio até a sua terra natal, a cidade de Odessa.
cinusp cid. universitária: qui 8set 16h00 / seg 12set 19h00
cinusp maria antônia: dom 25set 20h00

ENGENHOS E USINAS – MÚSICA POLCLÓRICA BRASILEIRA
Dir. Humberto Mauro
Sinopse: O abandono dos primitivos engenhos, superados pela tecnologia das modernas usinas.
cinusp cid. universitária: 27set 19h00 + debate com prof. Eduardo Morettin
cinusp maria antônia: 17set 16h00
cinemateca: sex 11nov 18h00 / sáb 19nov 19h30

O ENSINO INDUSTRIAL NO BRASIL (1945/47)
Brasil, Rio de Janeiro – DF, 1945/47, 11’, PB, sonoro
Digital (SD), acervo Cinemateca Brasileira
INCE - Instituto Nacional de Cinema Educativo
Dir. Humberto Mauro
Sinopse: Realizado em 1945, narra o panorama do ensino industrial no Brasil em 1947. Na Escola Técnica Nacional de Vitória, o envolvimento entre alunos e professores nos mais variados cursos. As aulas de educação física e as instalações do refeitório. O respeito às aptidões individuais e a igualdade na oferta de cursos para moças e rapazes.
cinesesc: sáb 03set 14h30 / seg 05set 19h00

A ESTRADA DA VIDA (LA STRADA)
Itália,1954, 108’
35mm, acervo Istituto Luce Cinecittà
Dir. Federico Fellini
País: Giulietta Masina, Anthony Quinn, Richard Basehart
Sinopse: Na Itália arrasada no período do pós-guerras, Gelsomina é vendida por sua mãe para Zampanò, um artista mambembe. Ambos não têm nada em comum: o jeito ingênuo e humilde da jovem é o oposto da rudeza de Zampanò. A jovem auxilia Zampanò e passa a também ser apresentar como palhaça. A chegada de um equilibrista que admira especialmente Gelsomina trará acontecimentos inesperados.
cinesesc: sáb 03set 16h30 / ter 06set 21h30

"Gelsomina opõe sua personalidade à de Zampanò. É sub-repticiamente que se desfaz da minestra que não lhe agrada, e esconde os recursos mímicos durante a prova de chapéus. É sozinha ao lado do fogo que pratica pela última vez um ritual de magia infantil: “[…] e a noite cintila. Bu, Bu, Bu”. Só depois que Zampanò a arranca brutalmente da infância, Gelsomina procura uma aproximação, sorrindo afetuosamente para o companheiro adormecido. Zampanò fica sendo para ela o homem, o mestre, aquele a quem deve experiências maravilhosas como a de representar ou ir ao restaurante. Comer até não sentir mais fome já é uma grande felicidade." Comentário de Paulo Emílio sobre o filme

EXORCISMO NEGRO
Brasil, São Paulo, 1974, 35mm, cor, 100’ | exibição em 35mm
Dir. José Mojica Marins
Com: José Mojica Marins, Jofre Soares, Ariane Arantes, Walter Stuart
Sinopse: Após uma entrevista na qual nega a existência de Zé do Caixão, o cineasta José Mojica Marins parte em férias para a casa de campo de um amigo. Lá reencontra Álvaro, sua esposa Lúcia, e as três filhas, e fica sabendo que Wilma, a mais velha, está noiva de Carlos. Logo, fenômenos sobrenaturais passam a se manifestar na casa e Mojica descobre que Wilma fora prometida ao diabo, numa missa negra conduzida por ninguém menos que Zé do Caixão! Ele fica chocado ao contemplar a existência em carne e osso de seu personagem, acontecendo o inevitável confronto entre criador e criatura.
cinemateca: dom 18set 19h30 / sex 30set 20h00

O EXORCISTA (THE EXORCIST)
Estados Unidos, 1973, 35mm, cor, 122’ | Legendas em português
Dir. William Friedkin
Com: Ellen Burstyn, Max Bom Sydow, Lee J. Cobb, Linda Blair
Sinopse: Em Georgetown, Washington, uma atriz vai gradativamente tomando consciência que a sua filha de doze anos está tendo um comportamento completamente assustador. Deste modo, ela pede ajuda a um padre, que é também um psiquiatra, e este chega a conclusão de que a garota está possuída pelo demônio. Ele solicita então a ajuda de um segundo sacerdote, especialista em exorcismo, para tentar livrar a menina desta terrível possessão.
cinemateca: dom 18set 17h00 / qui 29set 20h00

A FAMÍLIA LERO-LERO
Brasil, São Paulo, 1953, 35mm, pb, 87’ | Exibição em 16mm
Dir. Alberto Pieralisi
Elenco: Walter D’ Ávila, Marina Freire, Helena Barreto Leite, Luiz Linhares
Sinopse: Comédia popular sobre um pacato funcionário público atormentado pelos inesgotáveis desejos de sua família que não quer saber de trabalhar. Para se livrar da esposa e dos filhos, dá um golpe e foge para o Guarujá, mas, é logo descoberto e preso. Na cadeia, transforma-se no temido bandido Rabo de Arraia. Baseado na peça de Raimundo Magalhães Jr.
cinemateca: dom 09out 18h30 / sex 14out 21h00

FRENCH CANCAN
França, 1955, 95’
35mm, acervo Cinemateca da Embaixada da França
Dir. Jean Renoir
Elenco: Jean Gabin, Françoise Arnoul, María Félix
Sinopse: Em 1890, o Cancan ainda está na moda, mas nem os shows da dançarina Lola ajudam o Café Le Paravent Chinois a sair da decadência. Henri, amante de Lola e dono do Café, tem a ideia de popularizar a dança no bairro boêmio de Montmarte. Ele conhece Nina, uma lavadeira com o dom natural da dança. Os problemas começam quando Lola fica enciumada com Nina.
cinesesc: sex 02set 16h30 / ter 06set 14h30

"Em French Cancan processa-se a fusão entre o tempo subjetivo da contemplação e a duração objetiva da metamorfose fílmica. O exemplo mais imediato que a fita nos fornece é a cena em que uma moça arruma a casa e vai à janela sacudir a poeira do pano de limpeza. Enquanto é vista de fora, no interior do quarto a tonalidade da imagem é de uma penumbra ligeiramente colorida, ao passo que o pano que agita por um instante à luz do dia é de um amarelo-vivo enquadrado no tempo por um colorido difuso e incerto, não tem importância dramática, e a emoção que nos transmite é puramente pictórica." Comentário de Paulo Emílio sobre o filme

GANGA BRUTA
Brasil, 1933, 82’
35mm, acervo Cinemateca Brasileira
Dir. Humberto Mauro
Elenco: Déa Selva, Lu Marival, Décio Murillo, Durval Belline
Sinopse: Após matar a esposa na noite de núpcias por uma questão de honra, engenheiro abandona o Rio de Janeiro para esquecer sua tragédia e se desloca ao interior onde irá acompanhar a construção de uma grande fábrica. Nesse ambiente de trabalho intenso em um ambiente rural ele se deixa seduzir por uma adolescente.
cinesesc: sáb 03set 21h30
cinemateca: sáb 12nov 19h30

"O que faz o filme atraente e saboroso é a sua qualidade a um só tempo muito brasileira e pessoal. Se a heroína evoca o conceito do encanto feminino no cinema americano [...] e o herói, com seus impulsos, sua melancolia, seu código de honra, seus bigodes – um traço latino-americano em geral e brasileiro em particular –, encarna indiscutivelmente a expressão nacional, o universo das personagens secundárias traduz, sublinhada e deformada por um obscuro pessimismo a realidade brasileira, que Mauro compartilha com muitos outros realizadores cinematográficos brasileiros, antigos e modernos. O povo brasileiro era e ainda é um povo brutal. Pode-se dizer que Mauro deliberadamente escolheu os seus colaboradores com base em critérios negativos. Há uma sequência de briga num bar que assume a forma penosa de um balé grotesco." Comentário de Paulo Emílio sobre o filme

"Ganga bruta, tal como boa parte do cinema dramático brasileiro, vem impregnado de um clima de estagnação e decadência. O que não impede, porém, que no filme – como de resto de modo ainda mais claro em obras anteriores e posteriores do autor – se manifeste o lirismo que a vida no interior inspira a Humberto Mauro." Comentário de Paulo Emílio sobre o filme

O GAROTO (THE KID)
EUA, 1921, 68’
Dir. Charles Chaplin
Sinopse: Uma mãe solteira deixa sua criança recém-nascida para adoção no banco de trás de um carro luxuoso com um bilhete: "Cuide e ame esta criança". O carro é roubado e os assaltantes deixam a criança em uma ruela qualquer. O Vagabundo (Charles Chaplin) encontra o bebê e cuida dele como filho. A criança cresce e mais tarde, a mãe passa a procurá-la. Diversos eventos irão ameaçar esta relação de amor entre pai e filho.
cinusp cid. universitária: sex 9set 19h00
cinusp maria antônia: dom 11set 18h00

A GRANDE ILUSÃO (LA GRAND ILLUSION)
França, 1937, 114’
Dir. Jean Renoir
Sinopse: Durante a Primeira Guerra Mundial, num campo de prisioneiros na fronteira franco-alemã, as dificuldades levam homens antes inimigos a se unirem. Os gestos de solidariedade prevalecem sobre o conceito de nacionalidade e razões políticas. As ligações entre os dois oficiais inimigos parecem mais fortes que as de soldados de um mesmo exército.
cinusp maria antônia: sáb 10set 16h00
cinusp cid. universitária: seg 26set 19h00 / qua 28set 16h00
mostra (vão livre do masp): seg 24out 19h30

O GRANDE MOMENTO
Brasil, 1958, 80’
35mm, acervo Cinemateca Brasileira
Dir. Roberto Santos
Elenco: Gianfrancesco Guarnieri, Myriam Pérsia, Paulo Goulart
Sinopse: Sem dinheiro para pagar pelos preparativos de seu casamento, um jovem paulistano de classe popular começa uma corrida contra o tempo para levantar fundos para a festa e o alfaiate até a noite de núpcias.
cinesesc: qui 01set 14h30 / qua 07set 16h30

"O grande momento e Rio 40 graus são datas cuja importância se aprofunda com o passar do tempo. Os dias longínquos em que essas fitas foram lançadas deviam ser comemorados como o aniversário da redescoberta cinematográfica do Rio e de São Paulo." Comentário de Paulo Emílio sobre o filme

AS GRANDES MANOBRAS (LES GRANDES MANOEUVRE)
França/Itália, 1955, 106’
35mm, acervo Cinemateca da Embaixada da França
Dir. René Clair
Elenco: Michèle Morgan, Gérard Philipe, Jean Desailly, Brigitte Bardot
Sinopse: Um tenente francês faz uma aposta de que consegue seduzir qualquer mulher na cidade durante as duas semanas antes de seu regimento partir para manobras militares. Mas, seu alvo escolhido, uma parisiense divorciada, apresentará mais dificuldades do que ele imaginava.
cinesesc: qui 01set 16h30 / qui 05set 21h30

"Les Grandes Manoeuvres nega o esgotamento de René Clair. Aparentemente o que houve foi renovação, incompreendida pelos admiradores tradicionais, presos à maneira habitual do autor de Les Deux Timides [Dois tímidos] e de It Happened Tomorrow [O tempo é uma ilusão].
Se conseguiu fazer de Les Grandes Manoeuvres um grande filme, é porque para um intelectual ou artista francês o amor, mesmo quando não brota na vida como acontecimento essencial, é uma disciplina quase universitária, cultivada cuidadosamente. As variações amorosas das fitas de René Clair não têm quase nunca nenhuma importância, ou então adquirem consistência dramática ou mesmo trágica devido à compreensão das situações humanas por uma inteligência particularmente penetrante, mas que age do exterior. Tudo indica que ao tratar da amizade, o mecanismo criador de René Clair é outro, ele abandona os recursos mais intelectuais em favor dos sensíveis e comunica espontaneamente suas reservas de ternura." Comentário de Paulo Emílio sobre o filme

HIROSHIMA, MEU AMOR (HIROSHIMA, MON AMOUR)
França/Japão, 1959, 90’
35mm, acervo Cinemateca da Embaixada da França
Dir. Alain Resnais
Elenco: Emmanuelle Riva, Eiji Okada, Bernard Fresson
Sinopse: Hiroshima, 1959. Uma atriz francesa casada veio de Paris para trabalhar num filme sobre a paz. Ela tem um affair com um arquiteto japonês também casado, cuja esposa está viajando. Nos dois dias que passam juntos várias lembranças veem à tona enquanto esperam, de forma aflita, a hora da partida dela.
cinesesc: dom 04set 14h30

"Sei que existe um caminho para nos levar ao cerne de Hiroshima mon amour, mas não consigo encontrá-lo. O filme é absurdo e múltiplo como a realidade; fixá-lo e defini-lo talvez seja tarefa de artista, tanto quanto tê-lo realizado. Não adianta no caso apelarmos para Alain Resnais, pois a sua perplexidade diante da obra é bastante parecida à nossa. O que tenho feito é girar em torno da película. É o que continuo a fazer enquanto espero rever Hiroshima mon amour." Comentário de Paulo Emílio sobre o filme

O HOMEM DO SPUTKIK
Rio de Janeiro, 1959, 35mm, pb, 98’
Dir. Carlos Manga
Com: Oscarito, Cyll Farney, Zezé Macedo, Neide Aparecida, Norma Bengell
Sinopse: O casal de caipiras comerciantes de ovos, Anastácio e Cleci, são surpreendidos por um estrondo em seu galinheiro. Anastácio encontra entre suas galinhas um globo metálico. No dia seguinte, Cleci lê no jornal sobre o acidente com o satélite russo Sputnik e reconhece na fotografia um objeto semelhante ao que caiu em seu quintal.
cinemateca: sex 16set 21h00 / sáb 24set 21h00

A ILHA
Brasil, 1963, 97’
Dir. Walter Hugo Khouri
Sinopse: Um milionário convida um grupo de amigos para um fim de semana numa ilha onde, segundo a lenda, havia um tesouro. Uma tempestade leva o barco embora. Aquelas pessoas, isoladas numa ilha, começam a revelar sua verdadeira natureza.
cinusp cid. universitária: qua 8set 19h00 / sex 30set 16h00
cinusp maria antônia: dom 18set 18h00

INAUGURAÇÃO DO CINE SÃO LUIZ - FORTALEZA-CE
Brasil, Rio de Janeiro – DF, 1958, 6’48’’, PB, sonoro
Digital (SD), acervo Cinemateca Brasileira
Cinegráfica São Luiz
Sinopse: Na inauguração do Cine São Luiz, em Fortaleza, a família Severiano Ribeiro expõe suas relações de poder com a elite política e econômica cearense.
cinesesc: qui 01set 14h30 / qua 07set 16h30

INFLAÇÃO
Brasil, Rio de Janeiro – GB, 1966, 9’, COR, sonoro
Digital (SD), acervo Cinemateca Brasileira
INCE - Instituto Nacional de Cinema Educativo
Dir. Jorge Bastos
Sinopse: Desenho animado em que a inflação, representada numa bela mulher, explica como uma aparente riqueza esconde o empobrecimento decorrente da crescente desvalorização da moeda.
cinesesc: sáb 03set 14h30 / seg 05set 19h00

LÁBIOS SEM BEIJOS
Brasil, Rio de Janeiro, 1930, 35mm, PB, 53’
Dir. Humberto Mauro
Sinopse: Moça rica e moderna se apaixona por um homem com reputação de Don Juan. Coincidência de nomes a leva a crer que sua irmã caçula também está apaixonada pelo mesmo tipo e rompe com ele. Após conhecer o noivo da irmã, a moça procura o namorado para desfazer o mal-entendido.
cinemateca: sáb 12nov 18h00 / sex 18nov 19h00

LADRÕES DE BICICLETA (LADDRI DI BICICLETTE)
Itália, 1948, 93’
Dir. Vittorio de Sicca
Sinopse: Em Roma um trabalhador de origem humilde, Antonio Ricci, luta para sustentar a família. Precisando de uma bicicleta para começar em um novo emprego, Ricci penhora as roupas de cama da casa. Para desespero da família, a bicicleta é roubada e Antonio sai junto com o filho Bruno para procurá-la pela cidade.
cinusp cid. univeristária: ter 13set 16h00
cinusp maria antônia: sex 02out 20h00

O LAMPARINA
Brasil, 1964, 83’
Dir. Glauco Mirko Laurelli
Sinopse: Bernardino é um pacato homem do campo que para não se defrontar com o bando de cangaceiros de Zé Candiero acaba se disfarçando e é confundido com um deles. Incrementando a farsa em que se encontrou, faz sua família passar por seu bando e acabam indo parar no acampamento dos verdadeiros cangaceiros onde o "destemido" Lamparina vai ter que mostrar ser um "cabra valente" de verdade. Depois de passar um ano na cadeia, assusta os habitantes da cidade de Sororóca que pensavam que estava morto e que agora é uma "assombração".
cinusp cid. universitária: seg 5set 16h00 / sex 16set 19h00
cinusp maria antônia: sáb 24set 16h00

LARANJA MECÂNICA (A CLOCKWORK ORANGE)
Reino Unido/EUA, 1971, 35mm, cor, 136’ | Exibição em dcp | Legendas em português
Dir. Stanley Kubrick
Com: Malcom McDowell, Patricj Magee, Michael Bates, Warren Clarke
Sinopse: Em uma desolada Inglaterra do futuro, a violência das gangues juvenis impera, provocando um clima de terror. Alex lidera uma das gangues e, após praticar vários crimes, é preso e submetido à reeducação pelo Estado, com base em uma técnica de reflexos condicionados. Quando ele volta à sua vida em liberdade, é perseguido por aqueles que foram suas vítimas, Mr. Alexander e sua esposa.
cinemateca: sáb 17set 18h00 / qui 22set 20h00

A LINGUAGEM DA DANÇA
Brasil, Rio de Janeiro – GB, 1966, 15’30’’, PB, sem som
Digital (SD), acervo Cinemateca Brasileira
INCE - Instituto Nacional de Cinema Educativo
Dir. David Waisman
Sinopse: A coreografia e suas fontes de inspiração nos movimentos executados no trabalho, no esporte, na religião, na vida cotidiana.
cinesesc: sex 02set 16h30 / ter 06set 14h30

A LONGA VIAGEM DE VOLTA (LONG VOYAGE HOME)
EUA, 1940, 105’
Dir. John Ford
Sinopse: O cargueiro Glencairn parte para Baltimore. A rotina da tripulação é o medo, a tristeza, saudade e camaradagem. Entre contrabandos de mulheres e bebidas, brigas, brincadeiras e mortes, eles estão sempre prontos para as missões e dispostos a darem a vida por um companheiro. Após deixarem Baltimore eles enfrentam uma tormenta e a suspeita de que Smitty (Ian Hunter) seja um espião alemão.
cinusp maria antônia: sáb 10set 20h00
cinusp cid. universitária: qui 15set 16h00

MACUNAÍMA
Brasil, 1952, 98’
Dir. Joaquim Pedro de Andrade
Sinopse: Macunaíma é um herói preguiçoso, safado e sem nenhum caráter. Ele nasceu na selva e de preto, virou branco. Depois de adulto deixa o sertão em companhia dos irmãos e vive aventuras na cidade. Macunaíma ama guerrilheiras e prostitutas, enfrenta vilões milionários, policiais e personagens de todos os tipos.
cinusp cid. universitária: seg 12set 16h00 / qua 14set 19h00
cinusp maria antônia: sáb 24set 18h00

A MAIS LINDA CIDADE DO MUNDO
Brasil, Rio de Janeiro – DF, 1957, 10’5'’, PB, sonoro
Digital (SD), acervo Cinemateca Brasileira
Jean Manzon Produções Cinematográficas / Atlântida Empresa Cinematográfica do Brasil
Dir. Jean Manzon
Sinopse: Aspectos urbanos e turísticos da cidade do Rio de Janeiro, a partir do ponto de vista de um cinegrafista estrangeiro.
cinesesc: sex 02set 21h30 / seg 05set 14h30

MANHÃ NA ROÇA – CARRO DE BOIS
Dir. Humberto Mauro
Sinopse: Um carro de boi ainda faz parte das paisagens do nosso sertão, numa mistura de utilidade e poesia.
cinusp cid. universitária: ter 27set 19h00 + debate com prof. Eduardo Morettin
cinusp maria antônia: sáb 17set 16h00
cinemateca: qui 10nov 17h00 / sex 11nov 18h00 / sáb 19nov 19h30 / dom 20nov 16h30

A MARCHA NUPCIAL (THE WEDDING MARCH)
EUA, 1928, 109’, 35mm
Acervo Photoplay Productions
Dir. Eric von Stroheim
Elenco: Erich von Stroheim, Fay Wray, ZaSu Pitts
Sinopse: O príncipe Nikki, tenente da guarda em Viena antes da Primeira Grande Guerra, está falido e a família recomenda-lhe que ou bem se suicide ou case-se com mulher rica. Mas ele acaba se apaixonando por Mitzi, pobre noiva do açougueiro Schani, contrariando a expectativa dos pais.
cinesesc: sáb 03set 19h00 / seg 05set 16h30

MAURO, HUMBERTO
Brasil, Rio de Janeiro, 1975, 35mm, COR, 21’
Dir. David Neves
Elenco: Humberto Mauro, Alex Viany, Glauber Rocha
Sinopse: Documentário sobre um dos pioneiros do cinema brasileiro: Humberto Mauro. O cotidiano do cineasta em sua casa (Volta Grande - MG) e em seu escritório no antigo Instituto Nacional de Cinema, hoje Embrafilme. Além de um depoimento do diretor, são também entrevistados os cineastas Alex Viany e Glauber Rocha, que falam da importância de Humberto Mauro no cinema Brasileiro.
cinemateca: dom 20nov 20h30

"Na primeira parte de The Wedding March, Stroheim retoma o tema de Merry-Go-Round, decidido desta vez a cumprir a regra do jogo imposta pelos produtores, ao menos no que se refere à ação central. A ingênua e pura plebeia chama-se novamente Mitzi e o seu par é o príncipe Nikki, interpretado por Stroheim. Da situação convencional ele tirou uma das mais belas histórias de amor do cinema, impregnada de uma melancolia que ultrapassa o par amoroso para se fixar sobretudo no personagem de Cecília, filha do magnata Schweisser, a noiva escolhida para Nikki por sua família arruinada, e interpretada por ZaSu Pitts. Mas nas cenas de fundo e nos personagens secundários Stroheim prossegue na sua implacável destruição. Basta evocar a sequência da orgia num bordel de luxo durante a qual os pais de Nikki e Cecília combinam o casamento dos filhos." Comentário de Paulo Emílio sobre o filme

MEMÓRIA DE HELENA
Brasil, Rio de Janeiro, 1969, 35mm, COR e PB, 80’
Dir. David Neves
Elenco: Adriana Preito, Arduíno Colasanti, Rosa Maria Pena, Humberto Mauro
Sinopse: Num apartamento carioca, Rosa e Renato recordam suas ligações com Helena, através de um diário deixado pela moça e alguns filmezinhos domésticos: o início da amizade com Rosa, o aparecimento de Renato e o namoro, o cotidiano em Diamantina, seus passeios com a empregada Inês, seus gatos, seus recantos privados... Primeiro longa de David Neves, com roteiro de Paulo Emílio Salles Gomes.
cinemateca: dom 20nov 21h00

MEUS 8 ANOS - CANTO ESCOLAR
Dir. Humberto Mauro
Sinopse: Interpretação cinematográfica do poema homônimo de Casimiro de Abreu.
cinusp cid. universitária: ter 27set 19h00 + debate com prof. Eduardo Morettin
cinusp maria antônia: sáb 17set 16h00
cinemateca: sex 11nov 18h00 / sáb 19nov 19h30

NEM SANSÃO, NEM DALILA
Rio de Janeiro, 1954, 35mm, pb, 88'
Dir. Carlos Manga
Oscarito, Fada Santoro, Cyll Farney, Eliana Macedo
Sinopse: Por intermédio de uma máquina do tempo, um humilde barbeiro é transportado para uma época antes de Cristo, na qual se torna o poderoso Sansão. Valendo-se de uma peruca mágica, que lhe dá poderes descomunais, ele tem de lidar com as manobras de poder dos políticos locais que procuram, por meio da sedutora Dalila, arrancar-lhe as forças.
cinemateca: dom 25set 19h30

NITRATO
Brasil, São Paulo, 1974, PB, 19’, 35mm
Dir. Alain Fresnot
com Paulo Emílio Salles Gomes
Sinopse: Documentário sobre a situação precária da Cinemateca Brasileira, cujo rico acervo de documentos e de filmes se encontra ameaçado pelo tempo devido à omissão dos governos municipais e federais ao longo de três décadas.
cinesesc: sex 26ago 20h00
cinusp: qui 01set 19h00
unibes cultural: sex 02set 16h00


NOITES DE CABÍRIA (LE NOTTI DI CABIRIA)
Itália, 1957, 108’
Dir: Federico Fellini
Sinopse: Cabíria (Giulietta Masina) é uma jovem romântica e ingênua que se prostitui para sobreviver. Mesmo enfrentando muitas dificuldades, ela demonstra uma confiança impressionante e sonha com o verdadeiro amor enquanto sofre constantes desilusões amorosas.
cinusp maria antônia: sáb 24set 18h00
cinusp cid. universitária: qua 28set 16h00 / sex 30set 19h00
mostra (vão livre do masp): sex 28out 19h30

NOTÍCIAS DA SEMANA. EDIÇÃO ESPECIAL
Brasil, Rio de Janeiro – GB, 1962, 10’(trecho), PB, sonoro
Digital (SD), acervo Cinemateca Brasileira
Cinegráfica São Luiz
Sinopse: Momentos da visita de João Goulart com John Kennedy, durante a viagem oficial aos Estados Unidos.
cinesesc: qui 01set 19h00 / qua 07set 14h30

OSSO, AMOR E PAPAGAIOS
Brasil, São Paulo, 1957, 35mm, pb, 91’| Exibição em HDCam
Dir. Carlos Alberto de Souza Barros e César Memolo Jr
Elenco: Jaime Costa, Modesto de Souza, Wilson Grey, Jackson Souza, Renato Consorte
Sinopse: Acanguera é uma pequena cidade do interior onde há dez anos não morre ninguém. Nela existe uma grande desavença política entre o prefeito, coronel Bentes, e o farmacêutico Bastos, líder da oposição. No dia em que a cidade comemoraria dez anos sem mortes, durante uma festa em que o povoado festeja a paz política entre o Prefeito e o líder da oposição, ocorre o falecimento do coveiro. Subitamente chega à cidade uma personagem estranha, toda vestida de preto. Seguem-se sucessivos óbitos.
cinemateca: dom 09out 16h30 / qui 13 out 20h00

OUTUBRO (OKTYABR)
URSS, 1928, 103’, DCP
Acervo Lobster Films
Dir. Serguei Eisenstein
Sinopse: Terceiro longa-metragem de Eisenstein, realizado para comemorar o 10º aniversário da Revolução Soviética, reconstitui dez dias de 1917, durante os quais os bolcheviques derrubaram o governo Kerensky.
cinesesc: dom 04set 16h30 / ter 06set 19h00

"Outubro, ao mesmo tempo em que é percorrido por forças emocionais poderosas, exprime concepções intelectuais, artísticas e pessoais extremamente complexas e sutis. A utilização da montagem e do símbolo, recursos empregados no Potemkin de forma direta e simplificada, adquire às vezes em Outubro uma elaboração vertiginosa, tal a ânsia de Eisenstein em dar forma a ideias abstratas ou provocar, com o cinema mudo, efeitos audiovisuais." Comentário de Paulo Emílio sobre o filme

O PAGADOR DE PROMESSAS
Brasil, 1952, 98’
Dir: Anselmo Duarte
Sinopse: Zé do Burro e sua mulher Rosa vivem em uma pequena propriedade a 42 quilômetros de Salvador. Um dia, o burro de estimação de Zé é atingido por um raio e ele acaba indo a um terreiro de candomblé, onde faz uma promessa a Santa Bárbara para salvar o animal. Com o restabelecimento do bicho, Zé põe-se a cumprir a promessa e doa metade de seu sítio, para depois começar uma caminhada rumo a Salvador, carregando nas costas uma imensa cruz de madeira. Mas a via crucis de Zé ainda se torna mais angustiante ao ver sua mulher se engraçar com o cafetão Bonitão e ao encontrar a resistência do padre Olavo a negar-lhe a entrada em sua igreja, pela razão de Zé haver feito sua promessa em um terreiro de macumba.
cinusp cid. universitária: ter 27set 16h + debate com prof. Carlos Auosto Calil
cinusp maria antônia: dom 1out 20h00
mostra (vão livre do masp): qui 27out 19h30

PAULO EMÍLIO
Brasil, São Paulo, 1980, 20', COR e PB, 35mm
Dir. Ricardo Dias
com Sérgio Mamberti (narração)
Sinopse: Documentário sobre o professor e teórico de cinema, Paulo Emílio Salles Gomes, realizado por membros de sua última geração de alunos. O filme situa o contato do professor de Cinema Brasileiro com seus alunos e inclui trechos contratipados de diversos filmes, além da reconstituição de situações de aula.
cinesesc: sex 26ago 20h00
cinusp: qui 01set 19h00
unibes cultural: sex 02set 16h00


PAULO EMÍLIO S. GOMES - GANGA BRUTA
Brasil, São Paulo – SP, 1976, 11’, COR, sonoro
Digital (SD), acervo Cinemateca Brasileira
Embrafilme - Departamento do Filme Cultural
Dir. Gilda Bojunga, Mirce da Costa Gomes, José A. Mauro, Paulo Jorge de Souza
Sinopse: Paulo Emílio, entre prateleiras do depósito da Cinemateca Brasileira no Ibirapuera, relembra a redescoberta do filme Ganga bruta no meio cultural de 1952, graças ao encontro de Caio Scheiby com Adhemar Gonzaga.
cinesesc: sáb 03set 21h30

PORTO DAS CAIXAS
Brasil, 1962, 75’, 35mm
Acervo Cinemateca Brasileira
Dir. Paulo César Saraceni
Elenco: Irma Alvarez, Henrique Bello, Reginaldo Farias
Sinopse: Em Porto das Caixas, no interior do estado do Rio de Janeiro, numa casa modesta, mulher maltratada pelo marido resolve assassiná-lo e para tanto tenta arregimentar um cúmplice.
cinesesc: qui 01set 19h00 / qua 07set 14h30

"Porto das Caixas seria, aliás, um filme difícil? A história que conta é clara e direta. Não há nada na fita que não seja imediatamente compreensível. Não seria, pois, por esse lado que a fita não satisfaria os setores mais populares do público cinematográfico. Um crítico aventou a hipótese do filme desagradar as pessoas ingênuas justamente por não ter mistério nenhum e se basear o tempo todo na mais descarada evidência. Faltaria ao filme a dose de romantismo ou sentimentalismo que seria imprescindível a qualquer boa receita cinematográfica." Comentário de Paulo Emílio sobre o filme

PREPARO E CONSERVAÇÃO DOS ALIMENTOS (SÉRIE EDUCAÇÃO RURAL)
Brasil, Rio de Janeiro, 1955, 35mm, PB, 11’
Dir. Humberto Mauro
Sinopse: Exemplos de preservação de alimentos obtidos em épocas de fartura, como a conservação e a transformação do leite, ovos, frutos e derivados a partir de conhecimentos domésticos. Curta integrante da série Educação rural.
cinemateca: qui 10nov 17h00 / dom 20nov 16h30

RASHMON
Japão, 1951, 88’
Dir: Akira Kurosawa
Sinopse: Japão, século XI. Durante uma forte tempestade, um lenhador (Takashi Shimura), um sacerdote (Minoru Chiaki) e um camponês (Kichijiro Ueda) procuram refúgio nas ruínas de pedra do Portão de Rashomon. O sacerdote diz os detalhes de um julgamento que testemunhou, envolvendo o estupro de Masako (Machiko Kyô) e o assassinato do marido dela, Takehiro (Masayuki Mori), um samurai. Em flashback é mostrado o julgamento do bandido Tajomaru (Toshirô Mifune), onde acontecem quatro testemunhos, inclusive de Takehiro através de um médium. Cada um é uma "verdade", que entra em conflito com os outros.
cinusp cid. universitária: sex 9set 16h00
cinusp maria antônia: sáb 17set 18h00

A REGRA DO JOGO (LA RÈGLE DU JEU)
França, 1939, 98’
Dir. Jean Renoir
Sinopse: O aviador André Jurieux bateu recordes de vôo, mas só consegue pensar em sua amada Christine, mulher do aristocrata Robert de la Cheyniest. Jurieux consegue com um amigo um convite para a casa de campo em que o casal está dando uma grande festa de caça. Os sorrisos cordiais dos convidados escondem, porém, segredos e sentimentos, e o resultado disso é um assassinato.
cinusp cid. universitária: qui 22set 19h00 / sex 23set 16h00

RICO RI À TOA
Brasil, Rio de Janeiro, 1957, 35mm, pb, 110’
Dir. Roberto Farias
Elenco: Zé Trindade, Violeta Ferraz, Armando Camargo, Silvinha Chiozzo
Sinopse: Chofer de praça ganha o prêmio da loteria e tem de lidar com os constrangimentos de sua nova condição. Comédia musical estrelada por Zé Trindade, Rico ri à toa é o primeiro filme dirigido por Roberto Farias. Produzido pela Brasil Vita Filme, contém números musicais com a participação de grandes nomes da canção popular brasileira, como Dolores Duran.
cinemateca: qui 06out 20h00 / dom 16out 18h30

RIO ZONA NORTE
Brasil, 1958, 90’
Dir. Nelson Pereira dos Santos
Sinopse: Espírito da Luz (Grande Otelo), um talentoso compositor de sambas, tenta vender suas músicas e fazer sucesso no Brasil, mas acaba enganado por oportunistas e se vê preso nos esquemas da indústria fonográfica. Inconsciente após um acidente de trem, ele relembra passagens de sua vida e carreira, baseada num bairro da zona norte carioca.
cinusp cid. universitária: sex 23set 19h00 / seg 26set 16h00

SAI DA FRENTE
Brasil, São Paulo, 1952, 35mm, cor, 80´ | Exibição em HDCAM
Dir. Abílio Pereira de Almeida
Elenco: Amácio Mazzaropi, Ludy Veloso, A.C. Carvalho
Sinopse: Isidoro é um motorista dono de um caminhão cujo apelido é Anastácio. Seu principal amigo é um cão chamado Coronel. Certo dia, Isidoro é contratado para transportar alguns móveis de São Paulo para Santos, mas, durante a descida da serra, se envolve em inúmeras confusões.
cinemateca: qui 06out 18h00 / dom 16out 20h30

SANGUE MINEIRO
Brasil, Cataguases, 1929, 35mm, PB, 82’
Dir. Humberto Mauro
Elenco: Carmem Santos, Nita Ney, Luiz Soroa, Maury Bueno, Máximo Serrano
Sinopse: Filha adotiva de milionário mineiro tenta o suicídio depois de ver o namorado beijando a irmã. É salva por dois irmãos que irão disputar o seu amor, quando ela se refugia na casa da família deles.
cinemateca: sex 11nov 19h30 / qui 17nov 21h00

SANSÃO E DALIDA (SAMSON AND DELILAH)
EUA, 1949, 35mm, cor, 131' | Exibição em dcp | Legendas em português
Dir. Cecil B. DeMille
Com: Hedy Lamarr, Victor Mature, George Sanders, Angela Lansbury
Sinopse: Sansão, hebreu famoso por sua força descomunal, fica noivo de Semadar, uma mulher filistéia. Logo após o casamento, ela é morta pelos filisteus, que tentavam assassinar Sansão. Dalila, a ambiciosa irmã de Semadar, é apaixonada por Sansão e tenta descobrir o segredo de sua força em troca de pratas e riqueza. Superprodução bíblica dirigida pelo especialista DeMille.
cinemateca: dom 25set 17h00

SIMÃO, O CAOLHO
Brasil, São Paulo, 1952, 35mm, preto e branco, 95' 
Dir. Alberto Cavalcanti 
Elenco: Mesquitinha, Yara Aguiar, Carlos Araújo 
Sinopse: O velho e malandro Simão, um caolho corretor de negócios, está sempre a espera de um lance de sorte na vida. Ele quer, de qualquer maneira, recuperar seu olho perdido. Para tanto, submete-se às experiências de um inventor maluco que lhe consegue um novo olho com poderes especiais. Mesquitinha, que assumiu o papel principal depois da recusa de Procópio Ferreira e Oscarito, teve a mais elogiada interpretação de sua carreira. Um dos maiores clássicos do cinema brasileiro. 
cinemateca: sáb 08out 20h00 / sex 14out 19h00

SUPER FÊMEA
Brasil, 1973, 95’
Dir. Aníbal Massaini Neto
Sinopse: Uma modelo contratada para fazer a campanha de uma pílula contraceptiva para homens. O problema será conquistar a confiança do público alvo, uma vez que todos desconfiam que o tal produto pode causar impotência.
cinusp paulo emílio: ter 6set 19h00 / qua 21set 16h00
cinusp maria antônia dom 18set 20h00

TEM COCA-COLA NO VATAPÁ
Brasil, São Paulo, 1975, 30', COR, 16mm
Dir. Pedro Farkas e Rogério Corrêa
Elenco: Analú Prestes, Clodomiro Bacelar, David José, Paulo Emílio Sales Gomes, Rudá de Andrade
Sinopse: Documentário-ficção sobre a história da ocupação do mercado cinematográfico brasileiro pelo produto estrangeiro, tendo como fio condutor o professor Paulo Emílio Salles Gomes, que colaborou no roteiro criando os textos falados por ele e os diálogos dos personagens principais, o cineasta Adhemar Gonzaga e o crítico Pedro Lima.
cinesesc: sex 26ago 20h00
cinusp: qui 01set 19h00
unibes cultural: sex 02set 16h00


THESOURO PERDIDO
Brasil, Cataguases, 1927, 35mm, PB, 86’
Dir. Humberto Mauro
Elenco: Lola Lys, Humberto Mauro, Bruno Mauro, Alzir Arruda, Paschoal Ciodaro
Sinopse: Os irmãos Bráulio e Pedro, após a morte do pai, são criados por um amigo, Hilário, pai de Susana. Quando Bráulio atinge a maioridade, Hilário lhe entrega o fragmento de um mapa de um tesouro. Esse fragmento é cobiçado por um bandido e um falso médico. Para conseguir o mapa, os bandidos assassinam um velho, dono do outro fragmento, e raptam Susana, exigindo a entrega do primeiro pedaço do mapa.
cinemateca: dom 13nov 18h30 / qui 17nov 19h00

O TRABALHO NO CAMPO
Brasil, Rio de Janeiro – GB, 1963, 11’, PB, sonoro
Digital (SD), acervo Cinemateca Brasileira
INCE - Instituto Nacional de Cinema Educativo
Dir. Carlos Alberto de Souza Barros
Sinopse: As recentes conquistas na proteção do trabalhador rural: sua aposentadoria, previdência, licença-maternidade e proteção ao menor. A arregimentação de trabalhadores pelo Sindicato dos Trabalhadores do Campo no âmbito da Campanha Nacional de Sindicalização promovida pelo Ministério do Trabalho e Previdência Social.
cinesesc: qui 01set 16h30 / qui 05set 21h30

TERRA (ZEMLYA)
URSS, 1930, 76’, 35mm
Acervo Cinemateca Brasileira
Dir. Aleksandr Dovjenko
Sinopse: Insurreição numa comunidade de agricultores dá origem a uma expropriação hostil por parte dos proprietários kulaks.
cinesesc: sáb 03set 14h30 / seg 05set 19h00
cinusp maria antônia: sáb 10set 18h00
cinusp cid. universitária: seg 19set 16h00 / qui 22set 19h00

"Numa noite de luar, enquanto dormem os velhos e os bichos, os jovens namoram. Entre eles, Vassili e Natália, numa imobilidade estática. Vassili parte por uma estrada poeirenta; as passadas sólidas de seus dezoito anos gradualmente se transformam. Sente no corpo uma tal leveza, que depois de verificar sua solidão sob as estrelas ensaia uns primeiros movimentos de dança. Pouco a pouco acelera o ritmo e se entrega a uma gopak ucraniana, expressão triunfal de vida, amor e felicidade. Dançando, avança sempre, num rastro de poeira prateada pela lua. É num desses gestos de total harmonia com o mundo que Vassili é colhido pela bala assassina. Resumindo pobremente essa sequência, uma das mais inspiradas que o cinema já produziu, saúdo a memória de Aleksandr Dovjenko, filho da Ucrânia, nascido em Sosnitisi em 1894 e falecido em Kiev em dezembro de 1956." Comentário de Paulo Emílio sobre o filme

TRÁGICO AMANHECER (LE JOUR SE LÈVE)
França, 1939
Dir. Marcel Carné
Sinopse: Um homem relembra os motivos de ter cometido um assassinato em seu quarto.
cinusp cid. universitária: qui 15set 19h00 + debate com Rafael Zanatto

TUBARÃO (JAWS)
Estados Unidos, 1975, 35mm, cor, 124’ | Exibição em dcp | Legendas em português
Dir. Steven Spielberg
Com: Roy Scheider, Robert Shaw, Richard Dreyfuss, Lorraine Gary
Sinopse: Um terrível ataque a banhistas é o sinal de que a praia da pequena cidade de Amity, virou refeitório de um gigantesco tubarão branco, que começa a se alimentar dos turistas. Embora o prefeito queira esconder os fatos da mídia, o xerife local pede ajuda a um ictiologista e a um pescador veterano para caçar o animal, mas a missão vai ser mais complicada do que eles imaginavam.
cinemateca: sáb 01out 18h00 / dom 02out 17h00

A VELHA A FIAR
Brasil, Rio de Janeiro – GB, 1964, 5’3’’, PB, sonoro
Digital (HD), acervo Cinemateca Brasileira
INCE - Instituto Nacional de Cinema Educativo
Dir. Humberto Mauro
Sinopse: A antiga canção popular do interior do Brasil ilustrada com aspectos, tipos e costumes das velhas fazendas em decadência.
cinesesc: qui 01set 20h30 / dom 04set 19h00
cinemateca: sex 11nov 18h00 / sáb 19nov 19h30

VICTORIA REGIA
Brasil, Rio de Janeiro, 1937, 35mm, PB, 9’
Dir. Humberto Mauro
Narração: Edgard Roquette-Pinto
Sinopse: Recanto amazônico, recomposto no Jardim Botânico do Rio de Janeiro, que mostra o habitat natural da vitória-régia. Descrição, origem, história e o processo de fecundação da planta.
cinemateca: sáb 12nov 21h30

VIDAS SECAS
Brasil, 1963, 105’, 35mm
Acervo Arquivo Nacional
Dir. Nelson Pereira dos Santos
Elenco: Átila Iório, Maria Ribeiro, Orlando Macedo
Sinopse: Uma família miserável tenta escapar da seca no sertão nordestino. Fabiano, Sinhá Vitória, seus dois filhos e a cachorra Baleia vagam sem destino e já quase sem esperanças pelos confins do interior, sobrevivendo às forças da natureza e à crueldade dos homens. Adaptação da obra de Graciliano Ramos.
cinesesc: qui 01set 16h30 / qui 05set 21h30

"Não é preciso ter lido o livro de Graciliano Ramos para se gostar da fita de Nelson Pereira dos Santos. Esta última adquiriu, para si própria alta e autônoma validade artística plenamente apreciada pelas centenas de milhares de espectadores que ignoram o livro. Para quem o leu não se coloca o problema ocioso de saber se é melhor do que a fita ou vice-versa. Como, entretanto, as relações entre o livro e o filme permanecem íntimas, o leitor-espectador de Vidas secas adquire o sentimento privilegiado de conhecer uma obra através de duas artes. Essa experiência é rica de ensinamentos para os estudiosos de estética." Comentário de Paulo Emílio sobre o filme

ZÉZERO
Brasil, 1954, 32’
Dir. Ozualdo Candeias
Sinopse: Um agricultor se muda para São Paulo e descobre que a metrópole não é o paraíso que ele via nos meios de comunicação de massa.
cinusp maria antônia: dom 11set 20h
cinusp cid. universitária: sex 16set 16h00 / seg 19set 19h00 / qui 29set 19h00 + debate com Ismail Xavier