Cinemateca celebra o centenário de Paulo Emílio

 

2016 é o ano do centenário de nascimento de Paulo Emílio Sales Gomes, intelectual e fundador da Cinemateca Brasileira. Celebrando a efeméride, a Cinemateca Brasileira, em parceria com o Instituto de Políticas Relacionais e o CINUSP, realiza o evento 100 Paulo Emílio. Composto por mostras cinematográficas, cursos, debates e seminários, irradia para diversos espaços da cidade de São Paulo, dando ao público a oportunidade conhecer e refletir a vida e obra de Paulo Emílio.

Itaú Cultural, CineSESC e Centro de Pesquisa e Formação do SESC já receberam atividades da celebração, sendo elas, respectivamente, seminário, mostra de clássicos e cursos. O CINUSP, correalizador do evento, realiza também uma mostra de clássicos, expandindo a filmografia apresentada no CineSESC, com diversas sessões acompanhadas de debates.

A Cinemateca Brasileira apresenta uma programação de mostras que abordam diferentes aspectos do olhar do homenageado, com ênfase especial ao cinema brasileiro, assunto tão caro a Paulo Emílio. Nossa incompetência criativa em copiar, título extraído do artigo Trajetória no subdesenvolvimento, apresentou clássicos internacionais e suas “releituras” brasileiras. A mostra Comédias Brasileiras, que terá início em outubro, ressalta a atenção de Paulo Emílio ao cinema como fenômeno social, que o levou à observação de grandes nomes da comédia nacional, gênero que atravessa a história com enorme adesão popular e sucesso comercial.

A programação segue se renovando até o dia 17 de dezembro, data do nascimento de Paulo Emílio. Prevê-se ainda o lançamento de publicações de textos do intelectual, organizados por Carlos Augusto Calil, além de uma coletânea de textos inéditos de jovens autores sobre o legado de Paulo Emílio Sales Gomes.

A programação completa, além de informações adicionais sobre as atividades, imagens e textos relacionados a Paulo Emílio, está disponível do site do evento.