Roda de conversa: Espaços e mercados possíveis

SINOPSE

Diretoras de Fotografia de diferentes segmentos se reúnem para discutir quais são os mercados possíveis de atuação hoje em dia.

Participantes:

Aline Lata – Graduada em fotografia no Senac, trabalhou como assistente de câmera, fez cursos de roteiro, documentário e di reção de fotografia. Diretora e fotógrafa de filmes de moda e documentário. Em 2015, foi vencedora da categoria de melhor filme de beleza com Masqué, no Oslo Trend Film Festival. Em 2017, foi destaque da programação com o curta-metragem Obsession no Festival Internacional du Film sur le Handicap, em Cannes. É codiretora do documentário Rastro de lama, em fase de finalização.

Janice D'Avila – Formada em Cinema pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP), trabalhou desde 1997 como assistente de câmera em diversos longas-metragens e comerciais. Diretora de Fotografia desde 2010, assina a foto de filmes como "Elena", de Petra Costa; "O começo da vida"; de Estela Renner; Nunca me sonharam e "Tarja branca", ambos de Cacau Rhoden; além de diversos filmes de branded content, comerciais para grandes marcas e séries para HBO, Netflix, NatGeo, UFC Channel e Globo. Membra do DAFB.

Julia Zakia – Formada em Audiovisual pela Escola de Comunicaçõ es e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP), com ênfase em direção e fotografia. Desde 2004, trabalha nas duas funções, alternadamente. Membra do DAFB.

Fernanda Tanaka – Formada em Cinema e Vídeo pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP), com especialização em Direção de Fotografia, foi assistente de câmera de grandes fotógrafos por 16 anos, tendo feito inúmeros comerciais e mais de 30 longas-metragens. Ganhou os prêmios de melhor fotografia em 2004 com o filme "Brincadeira", no 4º Festival de Cinema de Varginha, e, em 2015, com o filme "Do meu lado", no 10º Festival de Cinema e Vídeo dos Sertões. Membra do DAFB.

Fernanda Ligabue – Cinegrafista e documentarista formada em Imagem e Som pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Dirigiu o webdoc "Tapajós em transe" para a agência de jornalismo A Pública, e fotografou os documentários "O retorno da terra tupinambá", produzido pela Repórter Brasil, e "Ano-luz". Hoje trabalha como freelancer para diversas mídias independentes, ONGs e projetos relacionados a direitos humanos, educação ambiental e sustentabilidade. Membra do DAFB.

Mediação: Flora Dias

FICHA TÉCNICA

PROGRAMAÇÃO

03.02.2018

sábado | SALA BNDES | 14:00